Escolha suas armas – Metáfora

Postado em

As vezes temos dúvidas, será que levo todo o material que tenho para aquela apresentação? Devo falar tudo sobre meu produto? Vou pegar a representação de quantas empresas? (dúvida recente nos comentários aqui do dicasdevendas)…são tantas as situações que colocarei aqui um “etc”, etc… as vezes queremos nos armar demais para não correr riscos, não é? Mas será que isso é bom?

Havia uma época, há muito tempo atrás onde grandes guerreiros caminhavam entre os homens. Não era como hoje em que temos tecnologia e segurança, antigamente as coisas eram diferentes, não havia polícia  e sim guerreiros que eram pagos pelos reis para proteger seus impérios.

Nesta época, contam que havia um guerreiro em especial que era hábil em muitas armas!! Outras pessoas até vinham aprender com ele o manuseio de algumas! Dificilmente perdia uma batalha e quando era um confronto direto,  aí sim que ele dominava! Devido a sua eficácia, a sua astúcia e a muito trabalho ele logo virou general de vários exércitos.

Ele era um estrategista maravilhoso e sempre supria seus batalhões com todas as armas possíveis, ele realmente os queriam bem preparados!! Durante os  anos  que ele comandou exércitos ele experimentava a vitória muitas e muitas vezes, mas com o passar dos anos,  aos poucos ele percebeu que seus exércitos estavam começando a perder as batalhas, estava se tornando um fato comum em algumas regiões.

Preocupado ele pensava em ir a estas regiões, mas ele não poderia sair! Tinha outros exércitos para comandar!! Ele era importante e indispensável!!! Então, ele chamou um outro soldado, que lembrava algumas características dele mesmo quando começara. O soldado era esperto, observador, tinha vontade de crescer e tinha um código de honra parecido com o seu. Ele então decidiu que já que não poderia ir, enviaria alguém apenas para observar , então enviou o soldado para saber o que acontecia.

Este soldado foi, observou por duas semanas e retornou com uma observação espantosa.

“Sr, nós estamos perdendo por que nossos soldados carregam armas demais e algumas delas não são para aquele tipo de terreno!! Temos que mudar nossa estratégia!” Disse o soldado. Ele ia continuar mas o general o interrompeu.

“Jamais!! Armas nunca são demais!! Aqui elas funcionam, lá devem funcionar também. Volte ao campo, recompense os homens que lutam bem e puna os que se acovardam! Vá!” Assim fez o soldado, imediatamente voltou ao campo de batalha.

Ele retornou 2 semanas depois com mais um território prestes a ser perdido e disse ao seu General.

“Sr. Fiz o que vós mandastes, os homens lutam hoje com suas almas, mas ainda estão lentos e não conseguem acompanhar os inimigos! Não naquele terreno! E a cada vez que não os acompanhamos eles retornam mais fortes, não conseguimos acabar com a insurgência!!! Precisamos lutar apenas com as armas certas, para sermos rápidos em nosso deslocamento e ágeis em nossos ataques.”  O general então se levanta e calmamente diz:

“Besteira!! Armas nunca são demais!! Volte lá e premie os homens mais rápidos, puna os mais lentos”. E assim saiu o soldado.

Novamente após 2 semanas o soldado volta.

“Me traz boas notícias??” Pergunta o general.

“Trago-lhe as armas Sr! Premiei os homens que eram rápidos, puni os lentos! E por mais que corressem e lutassem com suas almas, as armas erradas não lhe permitiram voltar. Trago as armas daqueles que lutaram e também dos que fugiram! O campo já não é mais vosso, porém o general, que agora o domina, gentilmente pediu que as trouxesse, as armas, junto com uma mensagem dele.

Neste momento o soldado entregou a seu general a mensagem do inimigo que lhe dizia:

“Bravo camarada! Agradeço-lhe pelos presentes de seus exércitos, mas os devolvo! Aqui nós temos muitas espadas, adagas, arcos e escudos, não precisaremos de grandes lanças, cavalos, carroças, catapultas e todos aqueles apetrechos que no pântano só nos fariam atrasar! Espero encontrar seus exércitos novamente.”

Depois de muito pensar, o General então entendeu… para cada batalha sua arma!

Bons Negócios e Muitas Vendas!!

André Cia

Anúncios

10 comentários em “Escolha suas armas – Metáfora

    Fernanda disse:
    fevereiro 16, 2011 às 7:40 am

    Olás,
    Nada melhor do que sermos objetivos e usarmos a “arma” correta para a batalha. Ótimo texto!

    André Cia respondido:
    fevereiro 16, 2011 às 1:22 pm

    Olá Fernanda!
    Muito obrigado!!! Fico feliz que tenha gostado!!
    Tudo de bom!
    André Cia

    Alexandre Sétimo disse:
    fevereiro 21, 2011 às 9:12 am

    Saudações, André,
    Cara seu texto representa o que muitas empresas faz com nós vendedores. Faz com que sejamos verdadeiras mulas,carregando coisas e fazendo com que percamos tempo em lugares cujo material é estritamente desnecessário.

    Muito bom seu texto.

    André Cia respondido:
    fevereiro 21, 2011 às 12:11 pm

    Alexandre, muito obrigado!
    Eu acredito que grande parte das vezes, o gestor da empresa realmente vê como nosso amigo general, tentando armar seus vendedores com todos os tipos de informações e materiais… o que não é conveniente em muitas situações. Eu tenho como “técnica” planejar visitas para determinados tipos de clientes que atuam no mesmo segmento todas no mesmo dia, assim além de padronizar meu material, também dou uma treinada no discurso. Sugira esta alternativa em sua empresa…
    Sucesso e muitas vendas.
    André Cia

    valmir disse:
    fevereiro 24, 2011 às 4:24 pm

    Que porcaria… Você deve ser o tataraneto do Esopo, ou coisa assim, muito bom o texto, mas quem vende não deve se entregar a divagações, nada que não sirva empiricamente.

    André Cia respondido:
    fevereiro 24, 2011 às 7:50 pm

    Bem Valmir, acredito que você não tenha entendido o sentido da metáfora.. não é uma divagação , mas sim uma forma indireta e muito mais fácil de ser lembrada e compartilhada para mostrar que é necessário um planejamento estratégico para a conquista e manutenção de territórios/clientes e que não é o excesso de produtos, serviços ou materiais que faz a venda e sim o bom uso destes. Quanto a sua piada sobre parentesco, você poderia ter se esforçado um pouco mais para que ela tivesse graça, não poderia?
    Sobre a divagação: vendedores devem divagar, principalmente por ser um processo natural ligado a criatividade, planejamento e resolução de problemas, o que facilita, obviamente, em processo de vendas.
    Em todo o caso, fica registrada a sua opinião.
    André Cia

    Alexandre Sétimo disse:
    fevereiro 25, 2011 às 7:59 pm

    André o garoto aprende, deve ser o famoso vendedor cobra vive enrolando o chefe e o bolso vazio. ahaha
    abraço.

    André Cia respondido:
    fevereiro 26, 2011 às 8:40 am

    Alexandre, tudo tranquilo?
    Vendedor Cobra… rssss… ainda não conhecia essa…rsss

    Deixa pra lá, né?
    Abs.
    Sucesso, meu amigo.

    André Cia

    Luiz Morelli Neto disse:
    junho 12, 2011 às 8:45 pm

    Olá André, a 3 dias descubri seu blog no google e estou viciado, vejo todas as dicas e comentários. Espero que você volte logo a postar pois daqui um pouco não vou ter dicas para ler…rsrsrs.

    Abraços!!!

    André Cia respondido:
    junho 13, 2011 às 4:02 pm

    Olá Neto.
    Muito obrigado. Deixe-me contar em primeira mão…As postagens, sejam escritas ou por apresentações (vou começar a postar neste estilo também) voltam na semana que vem.
    Abraço.
    Sucesso!
    André

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s